"A vitória brilhará àquele que tímido ouse". Agostinho da Silva
Domingo, 6 de Fevereiro de 2011
A Música dos Deolinda

O grupo musical Deolinda apresentou a sua nova música que se revelou numa espécie de hino de uma geração.

Parva Que Sou tem tido muito sucesso devido ao grande sentimento de identificação que provoca nas gerações mais novas que a ouvem.

Uma das razões que justifica este êxito é a singularidade de um grupo português produzir uma música de intervenção com mordazes críticas à realidade. A música tem versos absolutamente sublimes. “E fico a pensar, que mundo tão parvo, que para ser escravo, é preciso estudar”, entre outros contrariam a convicção generalizada de que os jovens portugueses desprezariam a música portuguesa ou que estariam alheios à realidade que os rodeia.

A música dos Deolinda arrisca-se a alertar consciências e a incitar ao inconformismo dos que se vêem numa situação para a qual não contribuíram mas que os afecta e condena desta forma a geração mais qualificada de sempre.

Uma vénia aos que conseguiram numa música traçar a crua realidade dos jovens licenciados.



publicado por Margarida Balseiro Lopes às 18:46
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Pedro Neves a 8 de Fevereiro de 2011 às 14:50
Boa tarde,

O Sancho Pensa está em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Parabéns e boa continuação!

Pedro


De Sara a 8 de Fevereiro de 2011 às 17:09
Bom blog!


De Adérito a 25 de Fevereiro de 2011 às 16:47
...a música de intervenção "já tem barbas", mas nunca deu jeito a muita gente. A denuncia feita pela música dos Deolinda é de analtecer, mas não é novidade para ninguém, ou pelo menos para os mais atentos. Pena é que só dê valor à cultura e a estes grupos quando nos dá jeito. Parabéns pelo blogue.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Consenso dos géneros

Ainda o tema da praxe

“A César o que é de César...

Reforma, do quê?!

Globalização

A Cacatua Verde

Direito a envelhecer com ...

A Música dos Deolinda

Coisas da infância

Poemas da minha vida (II)

Poemas da minha vida (I)

Moleskine

Natal

A fenomenal Mariza a marc...

A minha intervenção - 25 ...

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Fevereiro 2012

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds