"A vitória brilhará àquele que tímido ouse". Agostinho da Silva
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008
O Serviço Nacional de Saúde está doente

É já um lugar-comum dizer-se que o nosso Sistema Nacional de Saúde precisa de uma profunda reforma. Como aliás (quase) tudo o resto.

Pouco sei sobre o tema da Saúde, mas hoje fiquei a conhecer melhor o nosso SNS.
Dirigi-me a um centro de Saúde e marquei uma consulta. Tive sorte. Era a segunda utente a fazer a inscrição. A médica entrava às 9h, mas fui rapidamente advertida pela funcionária do centro que os horários da tabela não são para tomar em conta, porque os médicos nunca chegam a horas. Não dei relevância a este aviso, porque sempre julguei tratar-se de situações pontuais que não deveriam servir de base a generalizações injustificadas e injustas. A médica chegou atrasada uma hora e meia. Mas, como ainda não tinha bebido café desceu e esteve na pastelaria durante mais meia hora.
Às 11h15, fui atendida. Os doentes conformados diziam que “era normal”. Alguns estavam à espera, à porta do Centro de Saúde, desde as 4h da manhã para marcar uma consulta da especialidade. Na situação deles, tendo um lugar para me sentar se calhar não me lamentaria também.
Mas, interrogo-me: esta situação não é do conhecimento dos nossos governantes?
Não é amplamente denunciada pela comunicação social?
São só os professores que têm de ser avaliados?


publicado por Margarida Balseiro Lopes às 02:31
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Teresita a 21 de Outubro de 2008 às 00:22
Tenho saudades tuas Guidah!

Beijinhooo***


De Tânia Martins a 23 de Outubro de 2008 às 21:56
Oh Guida, os nossos governantes não vão ao serviço Público.

Já cheguei a ter uma consultas marcada para as 11h horas e ser atendida às 14h, isto porque a médica chegou atrasada, ainda foi tomar pequeno almoço atendeu as pessoas que estavam à minha frente e lá para as 13h decidiu que ia almoçar. O pior é que uma pessoa reclama no livro de reclamações e infelizmente não serve de nada.

A comunicação social tem falhado muito nesta área. Lembro-me de ver algumas entrevistas sobre o SNS em que se mencionou isso na RTP2 mas de resto nada de muita lenha na fogueira. Não sei o que têm a perder!


De Margarida Balseiro Lopes a 25 de Outubro de 2008 às 18:05
Don Teresoca,

Também tenho saudades suas. Tens de ir jantar lá a casa para a semana!

Tanuxa,

Tens de facto razão. Os nossos governantes, certamente, não são utentes no SNS. É que se fossem há muito que isto tinha mudado.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Consenso dos géneros

Ainda o tema da praxe

“A César o que é de César...

Reforma, do quê?!

Globalização

A Cacatua Verde

Direito a envelhecer com ...

A Música dos Deolinda

Coisas da infância

Poemas da minha vida (II)

Poemas da minha vida (I)

Moleskine

Natal

A fenomenal Mariza a marc...

A minha intervenção - 25 ...

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Fevereiro 2012

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds